Presidente do Instituto Latino, Consultor, professor no curso de pós-graduação da Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação - ESAMC, professor da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra - ADESG, com curso de Negociação pela University of Michigan, Gestão Estratégica pela University of Copenhagen e Fundamentos Estratégicos pela University of Virginia. Autor de muitos livros, escreve para a Revista Diária, de Brasília , Cult, de Uberlândia, Informativo da Acarpa de Patrocínio/MG e o Jornal Exclusivo de Novo Hamburgo/RS. Consultor de várias empresas e diversos setores. Ministra palestras em todo o País, é um dos pioneiros no Brasil na utilização da Estratégia do Oceano Azul no Planejamento Estratégico empresarial.

É inevitável o teletrabalho

O coronavírus impulsionou o teletrabalho. Mesmo depois que passar a epidemia, essa modalidade laboral não perderá o espaço conquistado, formado pelos que já a implementaram e pelos que passaram a fazê-lo por forças da circunstância. Ficou claro, tanto para o setor privado quanto para o público, que há mais vantagens do que desvantagens. Outros benefícios…

Um case quântico – mudança do modelo mental – na área pública

Falar em Mecânica Quântica, quando utilizamos essa teoria no período em que estávamos Secretário de Meio Ambiente da cidade de Uberlândia, iria dificultar o processo. Assim, sua implementação aconteceu com a utilização de várias práticas de gestão que, no conjunto, tinham como finalidade única mudar o modelo mental da secretaria. Inicialmente, cremos que, para a…

Necessitamos de setores criativos

Um desafio para empresas e até para setores nacionais é tornarem-se mais criativos, mais inovadores. Por quê? Somos um país exportador de commodities, de produtos de baixo valor agregado, e importador de produtos industrializados e de serviços. O que importamos exige mudanças constantes, possui ciclos de vida menores e tecnologias que ficam obsoletas em curto…